voce é o visitante:

Projetos

Projeto de Pesquisa: DOCÊNCIA, MÍDIA E CULTURAS DE MINORIAS NO ESPAÇO ESCOLAR

Fundação Araucária
Universidade Estadual de Maringá
Teresa Kazuko Teruya - coordenadora
Equipe:
SamiloTakara
Fernanda Amorim Accorsi
Ana Lúcia da Silva
Izaque Pereira de Souza
Welington Junior Jorge
Eva Alves Lacerda

Este projeto faz parte da linha de pesquisa Educação, Mídia e Estudos Culturais, desenvolvidos no Grupo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia, Aprendizagem e Cultura (GEPAC), junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá-PR. Nesta linha de pesquisa, investiga-se as culturas de minorias veiculadas na mídia, por exemplo: as narrativas da revista Veja online sobre a população negra, a homofobia noticiada nos jornais, noticiário sobre a professora mulher no jornal paranaense e o material midiáticodestinado ao ensino de história e cultura afro-brasileira. Estas pesquisas indicam que a violência simbólica instituída pela cultura eurocêntrica oprimiram as minorias, especialmente indígenas, afro-brasileiras e mulheres, que foram e ainda são alvos de discriminação e preconceitos. Seus saberes e suas identidades culturais foram ignorados ou inferiorizados. A violência contra os/as diferentes e a violência doméstica, divulgadas na mídia, atos oriundos do racismo ou do machismo ou da crença religiosa ou ainda de outro tipo de preconceito e discriminação, são evidências que justificam esse estudo sobre docência, mídia e culturas de minorias no espaço escolar. As segregações raciais, culturais, sociais e de gênero são denunciados em manifestações de repúdio e nas redes sociais, portanto, visualizadas na mídia e nas escolas. Se os recursos midiáticos permitem dar voz as culturas de minorias, quais são as possibilidades de valorização das diferenças no espaço escolar? As conquistas do movimento negro como as ações afirmativas, os direitos de afro-brasileiros/as e indígenas provocam discordâncias. A hipótese é de que as culturas de minorias interpelam a cultura hegemônica e projetam novos olhares que afrontam as forças opressoras e detentoras do poder simbólico (Pierre Bourdieu). Temos o objetivo de selecionar, problematizar e analisar as imagens das culturas de minorias exibidas na mídia, como possibilidades de formação docente para a valorização das diferenças culturais. Na metodologia, os produtos midiáticos previamente selecionados, tais como, filmes, revistas, livros, jornais ou redes sociais, que abordam questões étnico-raciais, serão analisados com base nos Estudos Culturais, especialmente, Stuart Hall, HomiBhabha, David Harvey, Douglas Kellner, Henry Giroux, Jesus Martin-Barbero, Nestor Canclini, SygmuntBauman, entre outros autores. Dos resultados desta pesquisa, esperamos contribuir com a formação docente para lidar com os conflitos étnicos, raciais e de gênero na sala de aula. Como orientadora de projetos de Mestrado e Doutorado em Educação, esperamos reunir conhecimentos para analisar o discurso midiático a respeito das diferenças culturais e ampliar o nosso universo de trocas acadêmicas, enviando artigos para divulgação em eventos e periódicos qualificados na área da Educação.

Palavras-chave: Educação; Mídia; Estudos Culturais; Cultura Afro-brasileira; Gênero e Sexualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 




Copyright © 2011 Todos os direitos reservados